O ÓDIO EM LEI

dezembro 7, 2016 Cesar Luiz Pasold ÓDIO EM LEI 0 comentários

___a-foto-de-julio-cesar-ferreira-de-meloJúlio Cesar Ferreira de MELO

Magistrado TJSC; Doutorando em Ciência Jurídica pela UNIVALI; Membro da ACADEMIA CATARINENSE DE LETRAS JURÍDICAS- ACALEJ – Cadeira nº 22- Patrono : Ari Kardec Bosco de Melo

“A Câmara dos Deputados, no dia 30 de novembro, conseguiu transformar a ira alimentada contra juízes e promotores incluindo, no Pacote Anticorrupção, um texto por pura vingança, para criminalizar referidas carreiras de Estado.

Nossa Câmara dos Deputados (com assustador número de investigados pela Justiça) aprovou o pacote de maldades para tentar enquadrar na legislação penal Juízes e Promotores. A intenção foi a de atingir, diretamente, membros do Poder Judiciário e do Ministério Público que trabalham na Operação Lava a Jato, que levou ao banco dos réus (e ainda levará outros tantos) políticos, empresários e dezenas de agentes públicos: cuspiram na cara do povo.

Interessante notar que, até então, enquanto o Judiciário se debruçava na condenação de pequenos delinquentes, nenhum deputado se lembrou de incluir na legislação tais institutos. Bastou que membros do Ministério Público e do Poder Judiciário acordassem e passassem a entender que a lei é feita para todos, indiscriminadamente, para que o “troco” viesse da forma mais mesquinha possível.

A Sociedade exigiu punição aos corruptos. Qual foi a ação da Câmara dos Deputados? A punição de juízes e promotores. Onyx Lorenzoni, uma das exceções à regra, lamentou o resultado, afirmando que os parlamentares agiram por sede de vingança contra o judiciário e o ministério público.

Tenho como certa a alegação do Deputado Onyx quando afirmou que o Congresso “começou uma crise institucional que deve se agravar nos próximos meses”. Não vamos nos calar, muito menos retroceder. Continuaremos, agora mais do que nunca, a atendermos o clamor da sociedade, que exige limpeza ética, com o devido enquadramento legal daquelas pessoas que desrespeitam os mais comezinhos princípios éticos que norteiam nossa República. A união dos Juízes e Promotores, com o apoio popular, escreverá uma nova página na vida Política do Brasil.”

(publicado originalmente no DC  de 07/12/16-p.21-aqui reproduzido com autorização expressa do Autor).

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Este Blog sucede ao www.advocaciapasold.com.br que foi visitado 109983.

Esta página já foi visitada 1161408 vezes.

Site disponibilizado pela primeira vez em 18 de novembro de 2015.
Última atualização em 14 de Agosto de 2020.
Responsável Técnico: Leonardo Latrônico Prates
Responsável Geral: Prof. Dr. Cesar Luiz Pasold