O HOMEM PÚBLICO ISOLADO E A PRÁTICA DO CONCEITO QUANTITATIVO DE PODER

junho 9, 2018 Cesar Luiz Pasold Informações 0 comentários

foto CLP REDONDA“[…] cada vez que um homem público isola-se no seu gabinete de trabalho, fecha-se aos indicadores das aspirações sociais e estabelece resultados pretendidos alheios à Sociedade, ele ( o homem público) vive a prática do conceito quantitativo de poder.

Isto quer dizer que, nesta circunstância, o homem público macula tal condição porque cai em disfunção social.

Tal quadro agrava-se, contudo, sempre que o preço final da estranha equação é paga por quem nela não interferiu: a Sociedade, a População”.

Em : PASOLD, Cesar Luiz. Reflexões sobre o Poder e o Direito. 2d. Fpolis: Estudantil, 1988.p.6 e 7.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Este Blog sucede ao www.advocaciapasold.com.br que foi visitado 109983.

Esta página já foi visitada 267095 vezes.

Site disponibilizado pela primeira vez em 18 de novembro de 2015.
Última atualização em 22 de Junho de 2018.
Responsável Técnico: Leonardo Latrônico Prates
Responsável Geral: Prof. Dr. Cesar Luiz Pasold