INFORMAÇÕES E REFLEXÕES SOBRE A “ CHINA: – VELHO E NOVO IMPÉRIO”

janeiro 1, 2019 Cesar Luiz Pasold Informações 0 comentários

capa livro chinaO 2019, que se iniciou hoje, é um ano no qual o poderio chinês em diversos aspectos, especialmente na economia internacional, deverá sofrer um incremento significativo, mantendo a tendência crescente na última década.

O Jornalista, Economista, Mestre em Finanças Internacionais (pela Universidade de Finanças e Economia de Xangai) Wilson MARCHIONATTI residiu por 03 anos na China, vivenciando o dia a dia e estudando a história, a cultura, a política e a economia daquele País.

O resultado deste tempo produtivamente empregado em conhecer o País e seu Povo, é o muito interessante livro intitulado “China- Velho e Novo Império”(Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013.)

Do Prefácio, de autoria de José Alberto FOGAÇA, , destaco, porque faz justiça ao jovem Autor do Livro, este trecho  : “ Com os olhos atentos a tudo que viu e viveu, o jovem economista gaúcho não se ateve à vida acadêmica. Encontrou tempo e oportunidade para aprofundar o seu olhar em direção à história e à cultura da China.” (p.15).

A leitura da obra levou-me a considerar o livro, seja pela sua estrutura capitular ( composta conforme o método indutivo) , seja pela linguagem e o cuidado em facilitar ao Leitor a percepção de quando o texto é descritivo, quando é  analítico e quando é opinativo. Esta qualidade preciosa do Mestre Wilson MARCHIONATTI, enobrece muito o livro, e, principalmente, traz ao Leitor, já desde o  primeiro momento da leitura,  a sensação e, em seguida, a certeza, da honestidade científica do Autor.

Muitos momentos da obra são precisas lições de história política  da China. Outros tantos, contem preciosas lições de economia e mesmo de economia politica, esta última sob objetiva perspectiva das macro e micro economia.

A ideologia do Autor transparece concretamente  em alguns momentos, e isto é extremamente saudável, porque permite ao Leitor conhecer o seu posicionamento sobre a China, seu passado, presente e futuro possível e/ou previsível e/ou predizível.

Ao início do primeiro capítulo do livro  o Autor diz: “ Uma previsão cada vez mais comum é que a era em que vivemos ficará marcada como o Século Chines.” (p.17), coroando uma “característica básica” que “ faz da China uma caso especial entre civilizações antigas : sua longevidade”.(p.23).

Um item importante que é tratado com cuidado e competência no livro é o “desentendimento entre japoneses e chineses” que “é antigo” (p.49).

Mais adiante, enfocando o “ideólogo Hu Jintao” em sua  “Perspectiva do Desenvolvimento Científico”, MARCHIONATTI caracteriza o função precípua da proposta , que procura “retirar o foco das políticas do governo do simples crescimento econômico e recoloca-lo no desenvolvimento”.  E prossegue : “ Assim O Partido [Comunista Chines] incorpora em suas diretrizes noções como sustentabilidade ecológica, bem-estar social, busca por meios democráticos e direitos humanos, objetivando a construção de uma sociedade harmônica”(p.100).

Ao final do texto principal do livro, o Autor pondera que um “retorno  às políticas de Mao, dada proeminência (sic) do setor privado e prosperidade  atual, parece muito improvável” (p.125).

Recomendo a obra para todas e todos que desejam conhecer objetivamente o fenômeno CHINA principalmente sob as estratégicas perspectivas da história, da cultura, da política e da economia.

Ressalto o extremo cuidado do Autor com uma linguagem que concilia, de forma muito adequada, a simplicidade com a tecnicidade.

Por todas estas razões o livro aqui resenhado está, explicita e merecidamente, indicado na seção RECOMENDANDO PUBLICAÇÕES, deste Blog.

                              Prof. Dr. Cesar Luiz PASOLD

=======================================

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Este Blog sucede ao www.advocaciapasold.com.br que foi visitado 109983.

Esta página já foi visitada 422564 vezes.

Site disponibilizado pela primeira vez em 18 de novembro de 2015.
Última atualização em 16 de Mar?o de 2019.
Responsável Técnico: Leonardo Latrônico Prates
Responsável Geral: Prof. Dr. Cesar Luiz Pasold