PERSPECTIVAS DO ENSINO À DISTÂNCIA (EAD): A TECNOLOGIA DISPONÍVEL PARA O APRENDIZADO

outubro 15, 2019 Cesar Luiz Pasold Informações 0 comentários

FOTO GIANCARLO MOSERNosso Colaborador Permanente Prof. Dr. Giancarlo MOSER  (Unisul Virtual; Udesc; – Membro Efetivo IHGSC -Avaliador Mec/INEP) compôs o seu texto mensal, competentemente descrevendo e estimulando reflexões sobre as Perspectivas do Ensino à Distância. Uma bela aula escrita sobre a “Tecnologia disponível para o Aprendizado”!!! Leia o inteiro teor a seguir:

“ ‘A educação é o que resta depois que alguém esquece o que aprendeu na escola.”(Albert Einstein).

“O debate sobre a eficácia dos formatos de aprendizado digital em comparação com o aprendizado em sala de aula está em andamento. O EaD veio para ficar. À medida que a propriedade do computador cresce em todo o mundo, o método se torna cada vez mais viável e acessível. As velocidades de conexão com a Internet estão aumentando e, com isso, surgem oportunidades para mais métodos de treinamento em multimídia, com smartphones e outros dispositivos portáteis. Tecnologias como as mídias sociais também estão transformando a educação constantemente.

Geralmente chamados de e-learning ou, em bom português: `Ensino a Distância´, muitos educadores reconhecem o valor significativo que o método oferece e agora o consideram tão eficaz quanto o aprendizado em sala de aula, enquanto outros afirmam que o EaD não produz o mesmo nível de aprendizado como um ambiente formal de sala de aula.

O sistema educacional convencional dá uma idéia de um ambiente em que o professor é a autoridade suprema e os alunos a ele estão submetidos. No entanto, a maioria dos alunos adultos, que precisam melhorar sua formação educacional, acha difícil a experiência no campus e/ou sala de aula presencial.

Muitas vezes, as pessoas buscam se educar mais, mas acabam desistindo da ideia. Neste sentido, o EaD fornece ótimas perspectivas para essas pessoas, oferecendo diversos recursos e vantagens, dos quais, de maneira exemplar, elencamos 10 deles abaixo:

  1. Econômico.

A opção por cursos presenciais pode ser muito cara, enquanto o EAD oferece cursos on-line e certificados, acessíveis e com formação igual ao presencial

  1. Instituição dos Sonhos.

O EAD oferece uma oportunidade de aproveitar aulas de instituições educacionais distantes on-line, no exterior ou mesmo no seu próprio país. O exemplo mais proeminente são os cursos do MITx.

  1. Sujeitos e Assistência.

O aluno tem a oportunidade de escolher entre uma ampla variedade de disciplinas e cursos. Eles estudam conforme seu horário e flexibilidade preferidos, obtêm assistência acadêmica ou ajuda on-line, podendo fazer seus exames on-line etc.

  1. Gerenciamento de tempo.

O aluno pode praticamente fazer os cursos em um momento conveniente, com opções personalizadas de sua escolha. A gestão do tempo é essencial para candidatos com empregos e atividades que acham bastante difícil reservar um tempo para estudar.

  1. Aprendizagem baseada em projetos

O aprendizado baseado em projetos, que antes era apenas uma estratégia válida de ensino em uma sala de aula profissional ou em um ambiente prático, agora está se tornando realidade no aprendizado on-line. Os alunos são incentivados a interagir com colegas e professores em projetos que lhes permitam demonstrar habilidades do mundo real. Através do uso da tecnologia, eles podem pesquisar, apresentar e transmitir suas idéias de maneira simples e rápida com as partes interessadas.

  1. Software de análise e visualização de aprendizado

Ambas as ferramentas tecnológicas ajudam a facilitar a mediação, tanto pelo instrutor quanto pelos alunos. As análises de aprendizado ajudam os alunos e seus professores a visualizar onde estão no currículo e a determinar possíveis mal-entendidos ou aqueles que exigem esclarecimentos.

  1. Salas de aula redesenhadas

No passado, o aprendizado on-line era centrado em uma sala de bate-papo (chat) simples ou em mensagens de e-mail com um instrutor. Agora, as salas de aula são detentoras de tecnologia e agem como salas “inteligentes” para permitir um aprendizado melhor, utilizando algoritmos para facilitar os momentos síncronos e assíncronos. Essas salas de aula não apenas permitem que os alunos interajam em tempo real com professores e alunos, mas também se conectam com docentes convidados, parceiros de negócios e outras pessoas importantes em todo o mundo.

  1. Aprendizado mesclado

As abordagens de aprendizagem criativa não são exclusivas das plataformas de aprendizagem on-line, mas agora estão começando a surgir salas de aula invertidas e outras abordagens de aprendizagem combinadas. A sala de aula invertida encarrega os alunos de concluir a maior parte do trabalho fora da sala de aula física, reservando todos os tempos da aula para uma interação intensa e significativa com os professores.

  1. Tecnologia adaptativa de aprendizagem

A principal característica que falta na educação on-line tradicional é que ela não responde às necessidades dos alunos como era um docente presente na sala de aula. Agora, as tecnologias adaptativas podem ser a solução para esse problema. Embora muitas dessas tecnologias ainda estejam em desenvolvimento, alguns softwares e plataformas on-line podem adaptar o material e as estratégias de ensino às necessidades, estilos e progresso individuais de aprendizado.

  1. Gamificação

Trata-se do uso do pensamento, da lógica e da mecânica de jogo em um contexto não relacionado ao jogo para envolver os usuários e resolver problemas, seja de maneira individual ou em grupos.

Enfim, de um modo geral, o aprendizado formal é caro, leva muito tempo e os resultados podem variar. Nas últimas décadas, o Ensino a Distância tenta complementar a maneira como aprendemos a torná-lo mais eficaz e mensurável. Sem dúvida nenhuma, o EaD veio para ficar e melhorar o processo de Ensino e Aprendizagem, colocando o professor e o aluno em um novo patamar de interação e redefinindo papéis no mundo hodierno.

Referências:

  1. DIAS, Rosilânia Aparecida; LEITE, Lígia Silva. Educação à distância: da legislação ao pedagógico. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

  1. FORMIGA, Marcos e LITTO, Fredric M. A terminologia da EAD. In: Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009.

  2. ALVES, Lucineia. Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Disponível em: <http://www.abed.org.br/revistacientifica/Revista_PDF_Doc/2011/Artigo_07.pdf>.

  3. OLIVEIRA, Elsa Guimarães. Educação a distância na transição paradigmática. 4. ed. Campinas: Papirus, 2012.”

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Este Blog sucede ao www.advocaciapasold.com.br que foi visitado 109983.

Esta página já foi visitada 660773 vezes.

Site disponibilizado pela primeira vez em 18 de novembro de 2015.
Última atualização em 21 de Novembro de 2019.
Responsável Técnico: Leonardo Latrônico Prates
Responsável Geral: Prof. Dr. Cesar Luiz Pasold