BOBBIO  alerta que “a democracia é o sistema político que nos permite a maior aproximação possível entre as exigências da moral [ética] e as da política”. [1]

BOBBIO pondera : “ A democracia é  idealmente o governo do poder visível , ou do governo cujos atos se desenvolvem em público, sob o controle da opinião pública”[2].

Inspirado nas reflexões de BOBBIO pode-se defender a tese de que o conceito completo de Democracia para ser praticada realmente abrange os seguintes 06 requisitos:

(1)  eleição direta, periódica, secreta e universal,

(2) possibilidade da participação popular na iniciativa legislativa,

(3) manifestação popular por plebiscito ou por referendo,

(4) necessidade do mais absoluto respeito à coisa pública,

(5) comprometimento indelével da Sociedade e das Instituições Públicas com o Interesse Coletivo/BEM COMUM,

e

(6) a prática permanente da transparência na gestão do Poder Público.

[Ilha de Santa Catarina em 18 de outubro de 2017, data do 108º ano de nascimento do PROFESSOR DR.NORBERTO BOBBIO.

Prof. Dr. Cesar Luiz Pasold- Professor de Teoria do Estado e da Constituição , no Curso de Doutorado em Ciência Jurídica da UNIVALI ]

——

[1] Em BOBBIO, Norberto. Elogio da serenidade e outros ensaios morais.Tradução de Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Editora UNESP, 2002. Título original: Elogio della mitezza e altri scritti morali,p. 98. Meus estudos sobre Bobbio possibilitam levantar a hipótese de que, nesta frase, ele está tornando Moral como sinônimo de Ética.

[2] Assim conforme BOBBIO,Norberto. As Ideologias e o Poder em Crise. 4 ed. Tradução de João Ferreira. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1995.Título original: Ideologie e il potere in crise, p. 208.