“Contrariamente a seu juiz e a seu censor, o criminoso que conhece todo o encadeamento das circunstâncias não considera seu ato fora da ordem e da inteligibilidade; sua pena ,contudo, lhe é medida exatamente segundo o grau de espanto que se apodera desses, ao ver essa coisa ininteligível para eles, o ato do criminoso.”

>NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. O Viajante e sua Sombra. Tradução de Antonio Carlos Braga e Ciro Nioranza. São Paulo: Escala, 2007. Título original: Der Wanderer und sein Schatten.p.33.( itálicos no original)