>O Mestrando Rodrigo Sartoti entrevistou-me na quarta feira 09/03, buscando elementos históricos para subsidiar sua Dissertação de Mestrado. A reunião foi muito produtiva, com diálogo franco e sem limitação de tempo. Aprendi muito com o Mestrando e penso ter contribuído para a sua pesquisa, ainda que em alguns pontos históricos específicos a minha memória não me socorreu como devia. O Mestrando Sartoti ( assim é o seu nome correto) resumiu nossa reunião, publicando em seu facebook o seguinte texto:

“A pesquisa para a dissertação de Mestrado continua! Hoje, tive a honra de entrevistar o dr. Cesar Luiz Pasold, que muito gentilmente me recebeu em seu escritório em Florianópolis. O prof. Pasold foi estudante da Faculdade de Direito da UFSC, militou no Movimento Terceira Força e era membro da diretoria do CAXIF quando do Golpe Militar em 1964, tendo sido secretário, vice-presidente e Presidente da entidade. Enquanto vice-presidente do Centro Acadêmico XI de Fevereiro – CAXIF, o prof. Pasold também foi o responsável pelo antigo DEAPRAJ (hoje EMAJ), que era ligado ao CAXIF. Posteriormente, em 1975, o prof. Pasold ingressou como professor da UFSC, tendo lecionado nos cursos de graduação e pós-graduação em Direito. Atualmente, é advogado militante, professor do Curso de Doutorado em Direito da Univali e Presidente da Academia Catarinense de Letras Jurídicas, ocupando a cadeira n. 1, cujo patrono é o prof. Henrique Stodieck. Além de me contar uma série de fatos importantes do período histórico que investigo, o prof. Pasold me presenteou com dois livros que certamente integrarão a bibliografia da minha dissertação: “Duas teses de Telmo Vieira Ribeiro”, organizado pelo próprio prof. Pasold e pelo prof. Luis Cancellier, onde são reunidos dois textos do antigo Catedrático de Direito Constitucional da UFSC, e “Osni de Medeiros Régis: artigos e discursos (1955-1970)”, onde são reunidos textos deste outro antigo professor de Direito da UFSC, hoje professor emérito [in memoriam] da Instituição.”